APRESENTA

Cuidar de pessoas é a base das relações que a Special Dog alimenta

Tiago Jokura | 27 jun 2022 Special Dog - Mais Sustentável - Indivíduos Tiago Jokura | 27 jun 2022

No início de 2022, a Special Dog Company, fabricante de alimentos para pets do interior paulista, lançou o programa Mais Sustentável, resultado de uma jornada de mais de 20 anos da empresa.

O programa materializa a vocação da companhia de exercer um capitalismo consciente e tem como missão auxiliar a empresa no desenvolvimento de boas práticas relacionadas aos 17 Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS), da Organização das Nações Unidas (ONU), uma iniciativa de engajamento sustentável de responsabilidade de governos, empresas e pessoas.

O “MAIS”, que dá nome ao programa, é um acrônimo para Meio Ambiente, Animais, Indivíduos e Sociedade, os quatro pilares que sustentam a atuação da Special Dog na estratégia de avançar no cumprimento dos ODS.

No terceiro pilar, o I de Indivíduos, a aspiração da companhia vai além de garantir um ambiente interno inclusivo e digno para todos. A ideia é ampliar esse cuidado para fora dos limites da fábrica e dos escritórios da empresa, construindo relações baseadas no respeito, na valorização e no acolhimento. 

Neste caso, os ODS prioritários são:

• 5 – Igualdade de gênero;

• 8 – Trabalho decente e crescimento econômico;

• 10 – Redução das desigualdades; 

• 11 – Cidades e comunidades sustentáveis;

• 16 – Paz, justiça e instituições eficazes;

• 17 – Parcerias e meios de implementação.

Estes objetivos se materializam, em especial, por meio de duas ações que detalharemos a seguir – cada um deles com metas bem definidas. 

(1) Valorização e cuidado com as pessoas; e (2) Cuidar: programa de voluntariado corporativo da Special Dog.

Valorização e cuidado com as pessoas 

Meta: Atingir ao menos 30% de mulheres em cargos de alta liderança.
Prazo: 2025 

Special Dog - Mais Sustentável - Indivíduos

A Special Dog acredita que seus mais de 1.400 colaboradores são o grande diferencial da empresa, já que sem o compromisso individual e coletivo deles, não seria possível fabricar produtos de alta qualidade nem se manter como uma organização relevante em termos de responsabilidade com a sociedade e com o meio ambiente.

Por isso, a política de recursos humanos da empresa busca garantir um ambiente de trabalho de excelência, pautado em justiça, transparência e dignidade, além de diverso e inclusivo. 

Uma das maneiras de concretizar esse objetivo é abraçar a diversidade por meio do respeito e da valorização às diferenças, fomentando a inclusão. 

Atualmente, a Special Dog Company coloca o discurso da diversidade e da inclusão em prática por meio de estratégias do programa De Igual para Igual. Uma das metas é alcançar 30% de mulheres em cargos de alta liderança até 2025 – hoje, este índice é de 23,3%.

A empresa também oferece um plano de desenvolvimento individual. Esta política abre espaço para as mulheres manifestarem seus anseios profissionais e terem um direcionamento na carreira.

Embora os resultados mais tangíveis em relação à equidade de gênero sejam mensurados na alta liderança, eles começam a ser construídos com um cuidado mais básico e discreto, envolvendo cada colaborador e suas famílias. Como exemplos disso, podemos citar as seguintes iniciativas:

• Cursos de capacitação para mulheres em cargos pré-executivos

• Licença maternidade estendida (6 meses);

• Auxílio babá, no valor de um salário mínimo, nos primeiros 12 meses de vida do bebê;

• Sala de aleitamento na empresa.

De acordo com Fabia Lima, gerente de RH, os cuidados também se estendem para situações cotidianas, como o envio de cartões de felicitação no aniversário de colaboradores e de seus familiares. 

Os colaboradores também ganham um vale-jantar para comemorar a data em um restaurante de Santa Cruz do Rio Pardo (SP), onde está sediada a companhia, em família e, além disso, pode escolher o prato preferido para almoçar na empresa dentro do mês do aniversário. 

Outras duas ações ilustram esse cuidado: quando o colaborador é promovido, a família recebe uma carta parabenizando e reforçando a importância dele para a empresa; quando ele conclui a primeira graduação, recebe uma caneta como presente e um cartão do CEO da empresa.

“Uma das premissas da Special Dog Company, desde a fundação, é colocar as pessoas em primeiro lugar. Então, todas as práticas, os benefícios, são pensados para que as pessoas sejam valorizadas, sintam-se à vontade e gostem de trabalhar aqui”, declara Fabia.

Outros pontos que revelam cuidado em relação ao colaborador e merecem destaque são:

• Sistema de Gestão em Saúde e Segurança do Trabalho (SST) certificado pela norma ISO 45001, a fim de promover um ambiente saudável e livre de lesões;

• A empresa está no topo dos rankings da GPTW (Great Place to Work) no Brasil desde 2014. Em 2019, a Special Dog foi considerada a melhor empresa para trabalhar na América Latina em sua categoria.

Programa Cuidar

Meta: Aumentar em 20% o número de colaboradores nas atividades de voluntariado corporativo.
Prazo: 2022 / Ano base: 2021

O Programa de Voluntariado Cuidar tem a participação regular de 280 colaboradores da Special Dog Company, o que corresponde a 20% da força de trabalho da empresa.

A companhia entende o voluntariado como um modo de relacionamento com a comunidade e uma forma potente de desenvolvimento, por meio da qual as pessoas podem contribuir para transformar o mundo com o seu melhor, afirma João Paulo Figueira, gerente de desenvolvimento sustentável da empresa.

O trabalho dos voluntários acompanha as ações de responsabilidade social e de preservação ambiental da empresa, tendo como focos a educação de crianças e de adolescentes, a assistência social, o bem-estar animal e a sustentabilidade ambiental. A adesão dos colaboradores ao programa é livre e a participação é aberta também aos familiares e à comunidade.

Os números ajudam a traduzir o impacto social gerado pela iniciativa desde 2019:

• + de 20 mil pessoas beneficiadas;

• + de 154 voluntários da comunidade.

Uma das principais frentes de trabalho do Cuidar é o projeto Conectando Carinho, uma série de encontros virtuais, para interação social e entretenimento, envolvendo voluntários e crianças que residem no abrigo Educandário “O Lar da Criança”, em Santa Cruz do Rio Pardo.

A analista de desenvolvimento sustentável, Karina Soares, conta sobre como o programa foi importante, mesmo à distância, durante a pandemia, para a vida das crianças atendidas pelo projeto:

“Nessa ação virtual, os voluntários tiveram a oportunidade de fazer contato com as crianças contando histórias, fazendo brincadeiras etc., envolvendo toda a família nas atividades. As crianças acolhidas gostaram muito e, além disso, foi perceptível uma melhora significativa no desenvolvimento dos acolhidos, principalmente no que tange a interação nos processos de adoção, superando barreiras.”

Outra iniciativa de destaque foi o Mãos que Cuidam, que produziu mais de 22 mil máscaras de tecido para doação, e reformas realizadas em instituições públicas, como escolas e instituições de acolhimento.

A maneira como o voluntariado se estrutura na Special Dog é sintetizada por Karina: 

“As ações do Cuidar são idealizadas e executadas junto com as organizações em que a ação voluntária acontece. Ou seja, o foco é em fazer ‘com’ e não fazer ‘para’ as pessoas e a comunidade.”


CONFIRA TAMBÉM